Notícias Notícia escolhida: 25410188 (ID)
UFRN discute parceria com a Polícia Militar para desenvolvimento de ações no bairro Bom Pastor

EAJ-UFRN

Educar para promover a cidadania e evitar a criminalidade, este foi o foco de uma reunião realizada nesta quarta-feira (20) entre a Polícia Militar, Escola Agrícola de Jundiaí e Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte na Escola Estadual Professora Maria Ilka de Moura, localizada no bairro de Bom Pastor, zona oeste de Natal. Durante a reunião foi pautada a oferta de cursos profissionalizantes para alunos e pais, além da instalação de horta para atender as demandas da merenda escolar.


A reunião contou com a participação do Coordenador Geral do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) na Escola Agrícola de Jundiaí da UFRN, Prof. João Inácio da Silva Filho; capitão da Polícia Militar, Styvenson Valentim; a Coordenadora Geral do Pronatec na Escola de Música da UFRN, Professora Raquel Carmona; Diretora da Escola, Wastaneid Dantas Cadó, e a Vice-diretora, Edvanda Garcia.


De acordo com o capitão Styvenson Valentim, o bairro Bom Pastor está localizado numa área de alta criminalidade e necessita de ações que unam educação profissional e cidadania. “O bairro do Bom Pastor é uma área crítica intitulada ‘mancha vermelha’, onde é registrado alto índice de criminalidade, tanto que a escola estava sendo depredada e havia uma necessidade para proteger alunos, professores e demais funcionários da escola, além de preservar e defender o patrimônio da unidade”, comenta o capitão Styvenson.


A parceria da 9° Batalhão da Polícia Militar com a Escola Estadual Professora Maria Ilka de Moura, iniciou em 2017 e desde então vem crescendo. “A parceria com a diretoria da escola foi desenvolvida para garantir que o prédio não fosse abandonado, nem ocupado pela criminalidade. Desde então, estamos buscando parceiros privados e públicos para afastar a criminalidade da escola e garantir mais cidadania e educação para estas crianças e jovens”, completa Styvenson.


A Vice-diretora, Edvanda Garcia, destaca que no último ano a escola melhorou muito graças ao apoio do Polícia Militar e da UFRN. “Com a presença da Polícia Militar na escola, voltamos a ter credibilidade. Nossa escola estava pichada, os alunos não tinham fardamento. No mês de abril do ano passado cinco ex-alunos da escola morreram devido o envolvimento com a criminalidade. A comunidade do Bom Pastor é muito carente e necessita do apoio da Polícia Militar, da UFRN e de outros parceiros para que possamos mudar esta realidade”, aponta a Vice-diretora, Edvanda Garcia.


Através do Pronatec a Escola de Música e Escola de Saúde de Natal, unidades da UFRN, as mães dos alunos da Escola Professora Maria Ilka estão sendo beneficiadas com cursos profissionalizantes como Maquiagem cênica; Cuidador de Idoso; Higienista em Saúde e Recepcionista em Serviços de Saúde. A parceria com a Escola Agrícola de Jundiaí tem como objetivo ampliar ainda mais o número de beneficiárias e trazer melhorias para a escola.


De acordo com o Coordenador Geral do Pronatec/EAJ-UFRN, serão feitos esforços para atender as demandas da Escola Maria Ilka. “Levar educação profissional e cidadania aos jovens norteriograndenses é a missão do Pronatec/EAJ-UFRN. Ficamos muito felizes com o convite da Polícia Militar, através do Capitão Styvenson Valentim, e da Professora Raquel Carmona da Escola de Música da UFRN para atender os alunos da Escola Estadual Maria Ilka de Moura. Faremos o possível para colaborar a ajudar a transformar a realidade das crianças e jovens do bairro Bom Pastor”, afirma o Coordenador Geral do Pronatec/EAJ-UFRN, Prof. João Inácio da Silva.


“Vamos analisar a possibilidade da oferta de curso extra-pactuação para estes jovens que necessitam de uma formação profissional e fazer o possível para atender esta demanda que é tão importante para garantir um futuro mais digno para os jovens da nossa cidade”, completa o Prof. João Inácio da Silva.


De imediato, a Coordenação Geral do Pronatec na Escola Agrícola de Jundiaí da UFRN, se comprometeu a enviar materiais para a construção da horta que suprirá as necessidades da Escola Maria Ilka de Moura em relação a merenda escolar.

(01/03/2018 às 08:16)