Notícias Notícia escolhida: 24123349 (ID)
UFRN assina acordo de criação de área experimental em Caicó

EAJ/UFRN

Com o objetivo de expandir o ensino, pesquisa e extensão, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através da Escola Agrícola de Jundiaí, firmou contrato de comadato de imóvel rural para instalação da Área Experimental ‘Maria das Neves Cavalcante-Nevinha’, no município de Caicó. A cerimônia realizada na última quarta-feira (31), na Fazenda Dominga, contou com a participação de docentes, pesquisadores, alunos, técnicos administrativos, colaboradores e secretários da administração local.


De acordo com a Coordenadora da área, a Professora Doutora Rosimeire Cavalcante dos Santos, a assinatura do contrato consolida a atuação da Universidade na área rural de Caicó, e abre portas para o avanço científico. “Desde 2010, a Fazenda Dominga tem recebido a Universidade, através de seus docentes, pesquisadores e alunos, permitindo o desenvolvimento de estudos na área das ciências agrárias. Com a assinatura deste contrato, consolidamos esta parceria e criamos assim uma espécie de ‘Fazenda Escola’ que será um laboratório vivo de ensino, pesquisa e extensão”.


Para o proprietário da Fazenda Dominga, Pedro Nóbrega de Araújo Filho, a parceria com a UFRN é muito importante para o desenvolvimento da regional. “Servir como laboratório para o desenvolvimento do ensino é muito gratificante para nós. Há uma troca de conhecimento entre os alunos, professores e produtores que só tem a trazer benefícios para todos envolvidos no processo e permite preservar, conservar e promover o desenvolvimento regional”.


Em fala, o representante da Universidade e da Escola Agrícola de Jundiaí, o Professor Doutor Henrique Rocha de Medeiros, destacou que o acordo de criação da área experimental cumpre com o dever da Universidade. “Ao abraçar projetos como este, a Universidade consegue transpor os seus muros disseminando o saber, além de inovar e colaborar com o desenvolvimento de áreas rurais do Rio Grande do Norte. A ampliação da atuação da Instituição através da criação desta área experimental é o que há de mais moderno na produção do conhecimento científico e atende a missão da UFRN em desenvolver atividades de ensino (graduação e pós-graduação), pesquisa e extensão”.


Área Experimental ‘Maria das Neves Cavalcante-Nevinha’


Atualmente na área Experimental ‘Maria das Neves Cavalcante-Nevinha’ são desenvolvidos estudos das ciências agrárias, especialmente temas relacionados à produção e uso de madeira da Caatinga como fonte de energia.


A discente de Mestrado em Ciências Florestais, Carol Carvalho, 34 anos, destaca que a área experimental é importante não só profissionalmente, como também para a formação cidadã dos bolsistas participantes. “Atuando na Área Experimental na Fazenda Domingas conseguimos desenvolver um projeto sustentável para garantir desenvolvimento econômico regional, e mais do que isso, com as trocas diárias com os trabalhadores rurais conseguimos crescer como profissionais e cidadãos, valorizando o que é da terra e o conhecimento empírico”.


Através da assinatura do contrato de comadato de imóvel rural, a Fazenda Dominga amplia seu potencial de desenvolvimento científico visando estudos multidisciplinares através da implantação de espécies florestais, estudos do solo e outras ações.

(03/11/2017 às 07:33)